Alltak Tuning: dá para modificar o carro dentro da lei?

Ainda que a gente compre o tão desejado modelo de carro, aquele que tem a nossa cara e combina com nosso estilo de vida, ele sempre será igual aos demais da sua linha. Por isso tanta gente adere à personalização, afinal, tunando o carro ele se torna único.

Mas na hora de fazer alterações em itens originais do veículo é preciso ter cuidado. E não estamos falando somente do bom gosto para criar uma máquina incrível, mas especialmente das leis que regularizam o que pode ou não ser feito.

Ainda que o carro seja seu, você não pode mudar tudo do seu jeito e como bem entender. Existem normas que devem ser seguidas para garantir a sua segurança e das demais pessoas no trânsito. Também para que seu carro circule regularizado e você não tenha problemas com multas e apreensões. Continue lendo nosso post e veja como é o processo correto para tunar o seu carro.

Como personalizar o seu carro do jeito certoAlltak Tuning da para modificar o carro dentro da lei2

Aí você está navegando pela internet e encontra vários itens que ficariam incríveis no seu carro, se inspira em modelos tunados e já providencia tudo para mudar o seu também. Não demora nada e o carro está perfeito, exatamente como você queria. Mas e os documentos?

Se o carro não vai circular por ruas e estradas, tudo bem, mas se você vai sair por aí exibindo a máquina, é preciso pensar, antes de tudo, na regularização das alterações que serão feitas. Como dito, você não pode fazer tudo o que quiser se for para andar dentro da lei.

A primeira coisa que você precisa fazer é pedir autorização, isso mesmo, pedir autorização para mexer em seu carro. Afinal, alguns itens, como faróis de xenon, não podem estar instalados em carros que rodam por aí.

Então, vá com calma, pesquise, pense planeje e defina o que será feito em seu carro, e então, peça autorização do DETRAN para depois começar a modificar de fato. O órgão analisará as mudanças que você quer fazer e dará ou não autorização com base no Código de Trânsito Brasileiro.

Depois de obter a autorização

Se não houver nenhum impedimento de acordo com as mornas, o DETRAN vai emitir a autorização para você fazer as alterações em seu carro, mas não para por aí. Esse documento não é perpétuo, porque o proprietário poderá rodar por um tempo, apenas até levar o seu carro para vistoria e ele ser aprovado.

Os inspetores do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) vão analisar as modificações que foram realizadas, os pneus, a iluminação, chave de roda e outros itens de segurança.

As alterações de potência somente podem ser feitas dentro da legislação, em 10% para mais ou para menos em comparação ao original. Então, se o veículo tiver passado por essa alteração, será avaliada a emissão de poluentes também.

O carro aprovado na vistoria recebe um Certificado de Segurança Veicular (CSV) e está liberado para rodar por aí. Porém, se não for aprovado, é emitido um relatório que indica o que precisa ser regularizado, e o proprietário do veículo tem 30 dias para fazer as alterações sem precisar pagar taxas adicionais.

O terceiro passo

Alltak Tuning da para modificar o carro dentro da leiTenha calma! Seu carro passou na vistoria e foi considerado adequado para circular nas ruas, mas isso não significa que você já pode sair por aí. Agora é hora de seguir para o terceiro passo, que é regularizar o documento do veículo.

Com o laudo da vistoria em mãos, você deve retornar ao DETRAN para emitir um novo documento, que agora trará as novas características do veículo, como nas alterações de cor, número de portas, de lugares e outras diferentes do original.

Vale lembrar que se você quer mudar apenas a cor do carro com um envelopamento automotivo, por exemplo, sem mexer em nada mais, você não precisa passar pela vistoria. Mas isso apenas se mais de 50% da cor original for alterada, do contrário, mantém-se o documento.

E se você pretende mudar as rodas ou pneus, aí tudo bem, não precisa de vistoria nem de mudanças no documento, porque essa é a única alteração liberada. No mais, tenha cuidado para fazer tudo dentro da lei.

Afinal, rodar com carro tunado sem que isso conste no documento acarreta em multa que varia conforme a alteração. Por isso, vale a pena ter um pouco mais de trabalho, mas fazer tudo certinho para evitar que você tenha seu carro apreendido e acabe com um prejuízo.

POSSUI DÚVIDAS?

POSSUI DÚVIDAS?

WhatsApp chat